Logo Imagem Tempo

Torquato Neto, Anjo torto

longa-metragem | em finalização

Torquato Neto foi um dos principais personagens da revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 60. Poeta sensível e inconformado, polemista inteligente e corajoso, foi um dos ideólogos da Tropicália e uma das figuras mais carismáticas de sua geração. Letrista, parceiro de grandes nomes da MPB, atuou também como jornalista e cineasta.

Este documentário, com duração prevista de 90 min, contará pela primeira vez no cinema sua curta e dramática trajetória, da infância em Teresina até o trágico suicídio aos 28 anos.

Sobre os diretores:

Marcus Fernando é pesquisador e produtor musical. Ao longo dos últimos 17 anos trabalhou com diversos nomes da música brasileira, como João Bosco, Moraes Moreira, Flavio Venturini, Joyce, Quarteto em Cy, Leila Pinheiro, Dudu Nobre, Walter Alfaiate e Beth Carvalho. Idealizou e dirigiu diversos shows. Foi diretor artístico da Fina Flor e diretor de produção da Rob Digital. Roteiriza e co-dirige a série de TV Cale-se – a censura musical.

Eduardo Ades dirigiu, escreveu e produziu o documentário Retratos brasileiros: Hélio Silva (Canal Brasil, 2011) e o curta A dama do Estácio (2012), com Fernanda Montenegro e Nelson Xavier, vencedor de inúmeros prêmios no Brasil e exterior. É diretor do documentário “Crônica da demolição”, que teve sua estreia em outubro de 2015 no Festival do Rio.

Direção e roteiro Eduardo Ades
Marcus Fernando
Argumento Marcus Fernando
Produção executiva Daniela Santos
Direção de fotografia José Eduardo Limongi
Montagem João Felipe Freitas
Pesquisa Marcus Fernando
Remier Lion

 

Empresa produtora Imagem-Tempo
Coprodução Canal Brasil
Patrocínio Riofilme
Secretaria de Cultura do Estado do Piauí

Notícias Relacionadas