Logo Imagem Tempo
Voltar
Cronica-da-demolicao-5

08.01.16

‘Crônica da demolição’ é citado em listas de melhores de 2015

O documentário Crônica da demolição, lançado em festivais em 2015, ainda inédito em circuito comercial, foi citado em duas listas de melhores do ano.

O distribuidor Sandro Fiorin, da FiGa Films, fez uma seleção de onze filmes, entre documentários e ficções. Sua lista participa do levantamento anual promovido por Roger Koza, reunindo profissionais conceituados da indústria no mundo inteiro. Confira a lista de Sandro Fiorin abaixo, e o levantamento completo – que “elegeu” Rak ti Khon Kaen (Cemetery of Splendour), de Apichatpong Weerasethakul, como melhor filme do ano – neste link.

Melhor filme: Mi amiga del parque, Ana Katz

Dez filmes, em ordem alfabética:
Crônica da demolição, Eduardo Ades
Desierto / Desert, Jonás Cuarón
El movimiento / The Movement, Benjamín Naishtat
Ex Machina, Alex Garland
In Jackson Heights, Frederick Wiseman
Rak ti Khon Kaen / Cemetery of Splendour, Apichatpong Weerasethakul
Room, Lenny Abrahamson
Saul fia / Son of Saul, Laszlo Nemes
Spotlight, Tom McCarthy
What happened, Miss Simone?, Liz Garbus

O crítico Carlos Alberto Mattos incluiu o filme nos seus preferidos de 2015, na “categoria” ‘Documentários não-lançados comercialmente’. Essa lista segue abaixo. Para as listas de ficção e documentário, lançados e não-lançados, leia no blog do crítico, neste link.

Virunga, de Orlando von Einsiedel
Finding Vivian Maier, de Charlie Siskel e John Maloof
Citizen Four, de Laura Poitras
Eu Sou Ingrid Bergman, de Stig Björkman
Francofonia, de Alexander Sokurov
Iris, de Albert Maysles
El Botón de Nácar, de Patricio Guzmán
Crônica da Demolição, de Eduardo Ades
82 Minutos, de Nelson Hoineff
Um Filme de Cinema, de Walter Carvalho
What Happened, Miss Simone?, de Liz Garbus
Xingu Cariri Caruaru Carioca, de Beth Formaggini
Night Will Fall, de André Singer
El Caso Boliviano, de Violeta Ayala

Confira ainda a crítica de Carlos Alberto Mattos ao nosso filme neste link.

, , , , , , , , ,